sinto muito

como a vida é efêmera, como nós somos mutáveis. acredito nos humanos tanto quanto nas gargalhadas. acredito nas vozes que me tocam desde a primeira vez que ouço, acredito nos cheiros que me envolvem, acredito nos olhos que me desnudam, acredito nas energias que me atraem. acredito no quanto se perder pode doer e no quanto se encontrar pode curar.

pra onde vou, o que eu sou… estou em mutação, adaptação, renovação, (r)evolução. quero estar e sentir. sentir tudo. sentir muito. sentir intenso. sentir com tudo. abrir o peito, a garganta, a mente, os braços, o corpo… e sentir. quero me preencher, encher, transbordar. hoje tenho sede de tudo. de mim, do outro, do mundo. e eu que sempre quis beber o mundo num gole só… agora não mais. quero ir bebendo aos poucos, absorvendo cada sensação, cada sabor, cada efeito, cada consequência, cada mudança. é. é tempo de (r)evolução em mim. já transbordo. vida pulsa.

tudo me toca. tudo muda. tudo sinto.

sinto muito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s