playlist

“não há meio de me seguir sem passar por meus significantes” diz Lacan. e haja significante para tanto significado, viu?! tenho ouvido. sentido. tanto. meu sonho feliz era chegar e já cair no mar, Marina. caí. foram dois meses de sol e sal. quando eu morrer também quero voltar pra viver todos os instantes que não vivi junto do mar, Bethânia. era prosa com Iemanjá dia sim, dia também. aguei. desaguei. e não sei bem se o amor é azulzinho, Gal. hoje falei no trabalho sobre faltas que ocupam muito espaço. como pode uma falta ocupar tanto espaço? também não sei sentir pela metade e vi prioridades que viraram tanto faz, Baco. exagero. tamo aí tentando esconder nossas dores, porque nada conseguiu tirá-las… achar a autoestima. também não nego ternura, Luedji, mas rimei amor e dor tantas vezes. desculpa, Caetano. fevereiro chegou e saudade continuou matando a gente, Geraldo. quantas noites sem dormir, Sandy? mas eu que nem sabia contar gotas, aprendi a nadar e temperei com calma meu desassossego, Liniker. e sabe?! só o sol sabe me querer bem mesmo, Rosa Neon.

a playlist conclui que: quando fevereiro chegar, ai que delícia o verão! as folhas caem no quintal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s