CosmoTag: 5 músicas que não saem da minha playlist

Eu sou aloka do Spotify. Depois que fiz a assinatura premium, deletei todas as músicas do meu computador e vivo em função do Spotify. Preciso dizer que foi ótimo em todos os aspectos, passei a ouvir um monte de coisas diferentes e descobri que adoro gastar tempo montando playlists variadas.

Meu gosto musical pode ser bem eclético, dividido em músicas pra ouvir e música pra dançar até o chão (aquelas que não vão aparecer aqui por motivos de tchan tchan tchan tchan tchan). Como escolher as minhas 5 músicas preferidas está fora de cogitação, vamos as 5 queridinhas das minhas playlists ultimamente. Importante dizer: difícil escolher, viu?!

1. Liniker . Zero

2. Kings of Convenience . Stay out of trouble

3. James Bay . Let it go

4. Ventre . Carnaval

5. Magic! . Rude

13333013_1103241236365340_7159263438347960248_n

Blahnik Movie: Minha trilha sonora favorita

Esse mês as Discípulas de Carrie tem como tema Dancing with Carrie e todos os posts estão relacionados com música. Por aqui começo com o Blahnik Movie, que propõe trazer minha trilha sonora favorita, de filme ou série. 5th0kv3uozkdcQuem lê esse blog desde o começo sabe que eu sou aloka da trilha sonora da Disney. Então vou ignorar essa parte e, como acho impossível escolher uma trilha sonora favorita, vou falar da primeira série e do primeiro filme que me vieram a mente.

Então, série. Já falei aqui que My Mad Fat Diary me prendeu, dentre outros motivos, pela trilha sonora. Foi uma das séries que vi e corri pro Spotify. Rae, personagem principal, tem uma relação muito forte com a música, que termina tendo bastante destaque na série. Pra completar, a trilha é formada por bandas e músicas que fizeram parte da minha adolescência, ou seja, rola uma sessão nostalgia por aqui.

Temos Radiohead, Oasis, The Cure, Beck, Blur, Counting Crows, Placebo, Portishead, Alanis, Rage, Massive Atack e tem bem mais, mas acho que essa pequena descrição tá suficiente, né?!1mf

O último filme que corri para a trilha sonora quando saí do cinema foi Como eu era antes de você. Achei insuficiente o que sofri com o livro, depois com o filme, quis prolongar um tanto ouvindo as músicas no repeat. As minhas preferidas são Not today e Don’t forget about me, porque sofrimento pouco é bobagem.

Sei que a ideia inicial era Dancing with Carrie, mas bem, deixo minhas sugestões para chorar com Carrie. :B

13333013_1103241236365340_7159263438347960248_n

CosmoTAG: 5 personagens de livros para ser amiga

Em abril, o grupo Discípulas de Carrie lançou essa CosmoTAG, mas como estava ausente dessa vida, resolvi responder agora. Atrasada sim, mas quem se importa?

Todos os livros que realmente gosto contam com o fato de eu ter me envolvido emocionalmente com um ou mais personagens. Sempre tem um amor platônico, alguém pra quem preciso dizer umas verdades, alguém que quero socar a cara, puxar a orelha ou que quero abraçar e dizer “vem cá, migs”. É esse post é sobre essas últimas pessoinhas.

1. Eleanor
Quando fiz esse post falando sobre Eleanor & Park, falei que queria ser amiga da Eleanor. Queria mesmo. Queria dar um abraço nela e dizer que tudo ia ficar bem. Sofri as dores dela, torci por ela e Park, e chorei até desidratar no final. Eleanor, miga, vem cá, senta aqui, vamos conversar.

2. Auggie
Extraordinário é um dos meus livros preferidos da vida e 90% disso é culpa do Auggie. Que personagem maravilhoso

3. Emma
Sim, claro, com certeza. Um dia também está na minha lista de queridinhos e se eu quis TANTO esculhambar Dexter, foi pela amizade que eu obviamente tinha com Emma. O tanto que eu chorei no final daquele livro, também tem uma relação óbvia com essa amizade.

4. Louisa Clark
Se alguém leu Como eu era antes de você e não terminou miga da Lou, precisa rever isso aí. Eu já a adorava no livro, depois do filme então… amiga pra vida toda. Até hoje não superei aquele final, não aceitei nada do que aconteceu e vou passar o resto da vida esperando um final diferente, mesmo depois de ler Depois de você. Lou, miga, vamos conversar ali em Paris.

5. Laurel
Em Cartas de amor aos mortos, assim como em Eleanor & Park, foi um apego tão forte que sofri junto, me apaixonei junto, detestei junto e, Laurel, senta aqui, comigo e com Eleanor, vamos conversar.

Quero saber os personagens que vocês gostariam de ser amigs também. Quem sabe não acho umas novas amizades literárias por indicação?!

13333013_1103241236365340_7159263438347960248_n

Série Blahnik: Maratona de Carnaval

Quem vai cair na folia e curtir o carnaval como se não houvesse amanhã? 😀 Não sei. Eu vou ficar aqui quietinha, estudando, lendo um pouquinho e, claro, vendo uns episódios de série porque eu mereço.

Pensando em pessoas como eu, as Discípulas de Carrie lançaram a proposta “Uma série pra maratonar enquanto não viro Rainha da Bateria” e aqui estou para cumprir meu papel de indicadora oficial de séries para tod@s @s mig@s.

Na hora de começar uma nova série, meu bom senso passa beeeem longe. Sou daquelas que vê uma temporada em um dia, fácil fácil. E foi esse o pré-requisito que usei: séries viciantes pra assistir de uma vez.yayomg-we-bare-bears-gif-computer1. Sense8
Falei sobre ela aqui. A primeira temporada tem 12 episódios. Adianto que a série pega mesmo a partir do 5º. Assisti em dois dias (mas se começar de manhã, dá pra ver em um dia – eu, aloka -) e o carnaval tem 5. Ainda sobre tempo pra próxima série.tumblr_nyk8qxgvu61so0u6lo1_400 2. How to get away with murder
Entrega o coração e vai sem medo. É daquelas séries que viciam desde o primeiro episódio. Até agora são duas temporadas, somando 24 episódios. Aproveita a chance e se entrega logo, porque ela já tá voltando! o/tumblr_nckuegogro1r8jjn6o1_5003. Penny Dreadful
Duas temporadas, somando 18 episódios, com alguns dos personagens mais incríveis que já vi. Gente, O QUE É VANESSA? ❤ Melhor personagem da vida. tumblr_ni6iloibh91tp1oeqo1_500

Como estou atualizada nessas três, vou passar o carnaval com Demolidor. E vocês? Qual a boa do feriado?

11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

Discípula secreta

Em 2016 nasceu o grupo Discípulas de Carrie que me permitiu conhecer muita gente querida. No final do ano decidimos fazer um amigo secreto, no qual trocaríamos cartas e mimos opcionais.

Fiquei muito surpresa quando vi que eu tinha tirado a Kaka, já que no ano anterior ela também foi minha amiga secreta (no grupo As Blogueiras e o Carteiro).

Quem me tirou foi a Juju e eu recebi um pacotinho cheio de fofura. ❤

Recebi um cartão de natal, uma cartinha fofa, um livro com listas de músicas de um monte de gente legal e a lista das músicas queridinhas da Juju que eu tenho que ouvir.

Captura de Tela 2016-01-30 às 18.20.03

Adorei tudo, Juju! Muito muito muito obrigada!

11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

CosmoTag: 5 livros, séries e filmes pra 2016

Feliz 2016, pessoas! (;

Já vou começar o ano novo com CosmoTag, porque os temas de janeiro das Discípulas de Carrie estão demais! É super comum rolar um planejamento no final/começo do ano, mas nessa troca de 2015 pra 2016, não fiz nada, nadinha (como falei no último post), então vou fazer meu primeiro planejamento real para esse ano que chegou, que consiste em 5 livros que vou ler, 5 séries e 5 filmes que vou assistir.

Livros

1. Mosquitolândia
Ganhei Mosquitolândia de presente no meu aniversário e o livro me ganhou pela capa (pra variar). Em breve tem resenha dele por aqui.

2. Morangos Mofados
Depois de tanto ler pequenos trechos e textos de Caio Fernando Abreu, resolvi criar vergonha na cara e comprar um livro dele. Morangos Mofados tem uma capa linda (então, né?!), daquelas que te convidam pra leitura com uma xícara de café.

3. Auggie & Eu
Quem leu Extraordinário deve ter ficado tão louco quanto eu, ao saber que R. J. Palacio lançou um livro com três histórias paralelas a de Auggie. Assim que vi, trouxe pra casa e, bem, a resenha dele sai ainda esse mês.

4. A garota no trem
Tava fazendo uma feira no site da amazon e fiquei super curiosa com a história desse livro. Depois de ter colocado e tirado do carrinho 3 vezes, ele veio e tá ali na estante me esperando.

5. O dia do Curinga
Li O dia do Curinga na adolescência e adorei. Foi indicação de uma colega da escola – que me emprestou na época – e virou um dos meus livros preferidos. 10 anos depois, resolvi ter um pra chamar de meu e ver o efeito dele na minha versão adulta. Vai ter resenha sim. Quando? Não sei.IMG_5103

Filmes

1. Quem é você, Alasca?
Como não estar louca por esse filme depois de ler o livro?

2. Os 8 odiados
Porque é Tarantino.

3. Como eu era antes de você
Comecei o livro hoje e todo mundo fala muito bem da Jojo.

4. Alice através do espelho
Chapeleiro ❤

5. Star Wars: Episódio VIII
Me esperem na pré-estréia.

Séries

Enquanto escrevo, meu uTorrent está trabalhando nos primeiros episódios de:

1. My mad fat diary
Alguém postou uma cena dessa série no facebook e fiquei muito interessada no assunto. Virou torrent.

2. The Blacklist
Metade das pessoas que eu conheço ficam falando que é sensacional e que eu preciso ver e que é muito boa… enfim, virou torrent também.

3. Downton Abbey
A Kaka e a Bru vivem falando sobre essa série no whatsapp e eu demorei, mas me rendi. Vai ter Downton Abbey sim.

4. Daredevil
Marvel, né? Que mais precisa ser dito?

5. House of Cards
Mesmo motivo do item 2. As pessoas precisam parar de me indicar séries. Sério, gente, como vou me formar assim? IMG_5104

E aí? Quais livros, filmes e séries vocês tão se prometendo pra 2016?11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

CosmoTAG: 5 séries do meu coração

Voltei com mais um tema proposto pelas Discípulas de Carrie. Consegui finalizar o projeto da minha monografia (aÊÊ) e ao mesmo tempo as discípulas me vem com o tema séries. Entre um atendimento e um trabalho, vim dar as caras por aqui, porque se tem um tema que eu gosto de falar como se não houvesse amanhã, esse tema é série.

Hoje apresento pra vocês as 5 séries do meu coração. Achei que a escolha seria muito difícil, mas foi absurdamente fácil e isso quer dizer que em breve vou lembrar de alguma série amor (ok, acabei de lembrar de uma), mas as cinco primeiras foram lembradas por alguma razão e são elas que vem pra cá.

  1. The O. C.
    Tananananã Tananananã Tananananãnanã
    The O. C. foi a primeira série que ganhou meu coração. Eu nunca fui boa em acompanhar séries pela TV, meus horários nunca ajudaram, daí nunca conseguia acompanhaaar mesmo, sabe? Vendo todos os episódios na ordem, sem perder nenhum e tal. Veio The O. C. e eu fiquei completamente viciada apaixonada. Consegui acompanhar direitinho por um tempo, mas a escola veio e acabou com minha alegria colocando aulas em todos os horários imaginários (triste vida de estudante de ensino médio). Decidi que não podia viver assim e baixei uma série pela primeira vez. A primeira série baixada nunca será esquecida, por isso The O. C. será sempre a primeira do meu coração (mesmo que eu tenha detestado o final).
    Se por acaso você não assistiu The O. C., não se apaixonou por Ryan ou Seth, não se sentiu miga de Marissa e Summer, amigs, resolve essa questão porque tá errado isso aí. 
  2. Gilmore Girls
    Mais ou menos na mesma época em que assistia The O. C., comecei a ver Gilmore Girls na tv. Curtia muito, mas eu era uma adolescente com horários tortos e foram sete temporadas e eu tava na vibe Ryan/Marissa/Seth/Summer e nada mais importava. Muitos “e’s”, vejam bem.
    Passados mais de 10 anos, alguma coisa aconteceu e eu tive uma vontade louca de saber como a história tinha acabado. Baixei as 7 temporadas esse ano e, como o nome do blog diz, bebi a série. Gente, que série MARAVILHOSA! É impossível não se envolver com Lorelai e Rory. Se você não viu, vai por mim: pega um café e dá o play no primeiro episódio. Não tem erro. O apego foi tanto que quando terminou o último episódio me senti orfã e quis começar tudo de novo, mas daí recebi a notícia mais bonita do ano e agora tá tudo bem. 
  3. Sex and the City
    Não foi à toa que escolhemos o nome Discípulas de Carrie para o grupo. Comecei a ver Sex and the City porque um amigo da faculdade insistiu! Eu tinha uma certa resistência e serei eternamente grata a Ian (thanks, Iano) por me emprestar a primeira temporada (e depois todas as outras). Mais uma vez, devorei a série. Me sentia parte do grupo, era muita identificação e viciei (pra variar). Até hoje sonho em juntar as amigas pra tomar uns Cosmopolitans em Nova York.
    Se você não conhece Carrie, Samantha, Miranda e Charlotte, precisa resolver esse problema também.
  4. Game of Thrones
    Arrisco dizer que é a produção mais incrível que já assisti. Comecei quando a série estava indo pra terceira temporada e a minha grande questão foi “por que eu demorei tanto?”. A série é mara, mas caso você ainda não tenha dado o seu coração, aviso: primeiro desapega porque as pessoas morrem mesmo. Aquele personagem que você tem certeza que será salvo no último segundo… não vai. Trabalha o desapego e entrega esse coraçãozinho, porque apesar das perdas sofridas, é uma das melhores séries que vi na vida. 
  5. How to Get Away with Murder
    HTGAWM ganhou meu coração quando fiquei orfã de Gilmore Girls. Viciei na série logo de cara e bebi os 18 primeiros episódios em menos de 24h. Preciso de rehab, eu sei.
    Não vou falar detalhes sobre a série porque em breve terá um post só sobre ela aqui no blog, só posso adiantar que vale cada minuto. Por ser essa coisa maravilhosa que viciou todas as minhas amigas e me levou junto, HTGAWM conseguiu o 5º lugar nas séries do meu coração. 

11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

CosmoTAG: 5 coisas favoritas de quando eu era criança

Quem passou mais de um mês desaparecida levanta a mão: \o/
Desculpa gente, mas essa coisa de último ano de curso é extremamente cansativa e depois de passar dias e dias escrevendo a monografia, não dá a mínima vontade de escrever qualquer outra coisa. Explicado meu sumiço anterior (e o futuro também), vamos ao post de hoje.

As Discípulas lindas de Carrie escolheram falar sobre a infância nesse mês de Outubro e é com a CosmoTAG que eu volto a blogsfera. Então vamos as 5 coisas favoritas de quando eu era criança.

  1. Amarelinha
    Eu amava brincar de amarelinha. Acho que de todas as brincadeiras da minha época (sintoma de velhice), amarelinha era a minha preferida e por isso vem aqui dar destaque para todas as brincadeiras dos anos 90 que não incluíam absolutamente nada digital.
  2. Wítch
    Acho que a Wítch foi a primeira revista que eu escolhi ler e preciso dizer que, mesmo sendo uma pirralha, ficava muito chateada por colocarem um monte de mimimis e reservarem tão pouco espaço para os quadrinhos em si. A-ma-va os brindes, os quadrinhos e queria muito ser a Will.
  3. Filmes da Disney
    Achei injusto escolher só um, embora Bernardo e Bianca tenha marcado minha infância, não posso deixar de fora A Bela e a Fera, Branca de Neve, Cinderella, Mogli, Pocahontas, Hércules, dentre tantos outros que fizeram a minha infância mais feliz e musical.
  4. TV Colosso
    Apenas o melhor programa da televisão brasileira. Saudades.

5. Kinder OVO
Acho que nunca vou aceitar que acabaram com aquele chocolate maravilhoso e com aquelas surpresas incríveis. Gente, sério, aquilo é que eram surpresas! Tive vários brinquedinhos super divertidos, além de estatuetas super bem feitas e tudo junto com um chocolate delícia. O que mais uma criança podia querer?

Dentre outras tantas, essas 5 coisas tem lugares especiais reservados para todo o sempre no meu coração. Elas também fizeram parte da infância de vocês? 
11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

CosmoTag: meus personagens favoritos da Disney

Na CosmoTag desse mês, nós, Discípulas de Carrie, escolhemos mostrar nossos 5 personagens favoritos dos desenhos da Disney. Nesse momento estou me perguntando como foi que concordei com isso. Por que? Porque é humanamente impossível (pra mim) escolher apenas cinco. Por isso resolvi ser diferente e colocar minhas 5 duplas preferidas de personagens da Disney.

  1. Timão e Pumba

Enquanto assistia ao Rei Leão, eles me ensinaram a esquecer os problemas, a viver, a aprender. Preciso dizer mais alguma coisa?2. Mushu e Gri-Li Impossível assistir Mulan e não se render aos dois. Gri-Li é um grilo da sorte aparentemente disfuncional, enquanto Mushu é o dragão mais atrapalhado de todos, não é à toa que perdeu seu cargo de Guardião. Os dois me renderam muitas risadas em todas as vezes que assisti Mulan e assim garantiram suas vagas no meu coração e no meu top 5.

3. Meeko e Flit

Eu amei muito Pocahontas. Amava a Vovó Willow, as músicas e essas duas peças chamadas Meeko e Flit. Vou admitir que queria ter colocado o Percy aqui também, mas já transformei meus 5 personagens preferidos em 10, preferi não abusar mais que isso. xD

4. Lumière e HorlogeSem dúvidas uma das minhas duplas preferidas. Assisti A Bela e a Fera um milhão de vezes (aiaiai aquela biblioteca) e sempre amei os dois que me renderam milhares de risadas durante minha infância.

5. Agonia e Pânico

Por último, mas não menos importante, temos Agonia e Pânico, os assistentes de Hades em Hércules. Os dois me ganharam com essa cena. Falando em Hércules, quero dizer que durante toda minha infância eu não quis ser uma das princesas tradicionais, na verdade eu queria ser Mégara e até hoje sei decorada a letra da música que ela cantava no filme. Não é à toa que Hércules é um dos meus desenhos preferidos até hoje. ❤

11230605_925443270811805_1188031399676317210_o

Big Apple: eu nos anos 90

No post passado contei pra vocês que to fazendo parte do grupo mais legal da blogsfera, Discípulas de Carrie. Julho veio cheio de temas legais e, depois da CosmoTAG, cheguei com minha Big Apple, que tem como proposta postar uma foto na década de 90.

Captura de Tela 2015-07-24 às 15.11.33
Eu, Juliana R., 2 anos, terror dos fotógrafos de 3×4.

Essa foi minha primeira 3×4, provavelmente tirada em 1991, quando eu tinha dois anos. Nunca gostei de 3×4 (verdade válida até hoje) e pela minha cara na foto vocês podem ver quando tudo começou, né? Imaginem o que era para uma criança de 2 anos não poder mover a cabeça – que foi milimetricamente parada nessa posição -, não poder piscar os olhos e não poder sorrir para uma foto. Que tipo de pessoa diz pra uma criança não sorrir para uma foto? Muito contraditório e desconfortável, minha expressão é prova disso.

11230605_925443270811805_1188031399676317210_o