Rubel

Depois de muito tempo, resolvi que era hora de voltar a falar de música por aqui.

Acho que já comentei que tenho um probleminha quando gosto muito de uma música (ou disco), deixo no repeat até enjoar – ou até outra música viciante atravessar meu caminho. As pessoas que andam muito comigo não ficam especialmente felizes, maaaas… fazer o que, né?!

Foi assim desde a primeira vez que ouvi Rubel. Quando bate aquela saudade apareceu no meio de uma playlist e foi amor (e vários dias no repeat). Daí ouvi Ben, que também me encantou, e resolvi que era hora de conhecer melhor Rubel e o disco todo.

Pearl é um disco delicioso, leve e curtinho, um carinho pros ouvidos.

Espero que gostem. (;

A grande tag musical

A Simone do Charme-se me indicou pra responder essa tag, e como eu quase não gosto de responder tags – 😀 -, aqui estou.

1. Gênero favorito?
Acho que MPB.

2. Banda ou cantor(a) mais ouvido(a) no momento?
Cícero

3. Música preferida no momento?
Serve a mais ouvida? Pelo Interfone de Cícero.

4. Três artistas favoritos?
Artistas? Huuuum… Dave Grohl, Jack Johnson e Renato Russo, mas isso é relativo.

5. Aquela banda para qual você sempre volta?
Legião Urbana.

6. Trilha Sonora de filme favorita?
O Fabuloso Destino de Amelie Poulain.

7. Música preferida de todos os tempos?
A pergunta mais difícil de todos os tempos! Vamos lá, pelo menos duas, né?
Na primeira metade da minha vida: Don’t Speak.
Na segunda metade da minha vida: Best of you.

8. Último show que foi?
Foo Fighters ❤

9. Música mais vergonhosa no computador, celular, itunes?
Depois dos 20 parei de ter vergonha dessas coisas, mas o marido faz bullying por eu ter parte da trilha sonora dos desenhos da Disney.

10. As três músicas mais tocadas de acordo seu player?
Kings of convenience – The Build-Up
3 Doors Down – Let me go
5 a Seco – Gargalhadas

11. Que música sempre te faz sorrir?
Better together 😀

12. Que música você ouve quando está triste?
Não tem uma específica, quando to triste escuto músicas tristes ou calmas, tipo Atrás da Porta ou o Riot On An Empty Street.

13. Que música te faz dançar?
Todas? Não? Me dê um samba, moço.

14. Bandas e cantores desconhecidos que você indica?
Morphine, Seu Pereira e Coletivo 401, 2ois e Rieg.

15. Letra ou citação preferida?
Poxã, pode ser uma lista? Não? Tá.

“Diz, quem é maior que o amor?”

16. Que banda, cantor(a) ou música te lembra de alguma situação específica?
Late Night Alumni – Beautiful

Por último, mas não menos importante, minhas indicações pra responder a tag:
Lola – Minha vida em SP
Bru – Chez B
Kat – Eu suspiro
C
arol – Uma cadeira, por favor
Lari – Yellow ever shine

Vermelho

Faz tempo que não tem música por aqui, né? Mas hoje tem!

A sugestão de trilha sonora de hoje é o disco Vermelho da Nina Becker. A voz da Nina é super doce, as músicas são bem gostosas e o Vermelho foi meu companheiro por várias noites em claro fazendo trabalhos da faculdade, quando eu cursava Publicidade.

Eu gosto muito do disco todo, mas desde a primeira vez que ouvi Lágrimas Negras, ela roubou meu coração. A música tem algo a mais, sabe? Não sei explicar. É a minha queridinha, a letra é linda e eu sempre deixo no repeat. É amor. ❤

Então dá o play, abre o coração pra essa beleza e vem cantar comigo:
“Belezas são coisas acesas por dentro
Tristezas são belezas apagadas pelo sofrimento.”

Minha vida em 10 músicas

Eu tinha visto essa tag por aí e adorado, alguém sempre aparecia com uma banda que eu não conhecia ou falava de alguma que eu não ouvia há tempos. Daí a querida da Carol me indicou pra responder e eu topei, claro. Problema é que eu tenho mania que associar músicas a momentos/pessoas e isso até deveria me ajudar nas respostas, mas são músicas demais e dez é um número muito limitado. É possível que se eu escrevesse aqui amanhã, as músicas fossem super animadas ou mais pesadas, mas hoje eu só quero sossego e tranquilidade, então o setlist tá desse jeitinho.

Uma música que te lembre um momento bom

A última música do show de Foo Fighters em SP. Mundo, me leve de volta, porfavor :~

Uma música que defina a sua vida

A letra fala por si e por mim. Mas pode adicionar na lista essa e essa.

Uma música que te faz dançar na balada

Esqueça a balada. Me dê uma cerveja e um samba, por favor. Sonora Sambragroove é uma banda de sambarock daqui de João Pessoa e o show deles sempre me faz dançar (muito).

Uma música que foi tema de algum relacionamento

Sabe aquela clássica primeira dança do casal? A gente saiu do altar pra dançar essa. ❤

Uma música que sempre te faz chorar

Toda vez que vejo Elis cantando Atrás da porta meu coração chora um pouquinho, mas meus olhos tem mais autocontrole.

Uma música que seria toque do seu celular

Não seria, é. Desde sempre, para sempre.

Uma música que você gostaria de tatuar

Que difícil! Eu já pensei em várias músicas que tatuaria, mas agora que preciso lembrar de uma, nada. Então vou bem clichê.

Uma música que te deixa com vontade de ficar com alguém

Se me pedissem uma banda, seria Portishead. Como é só uma música, vai a minha queridinha, Glory Box.

Uma música que você está viciada agora

Só pra constar: poderia ter uma lista aqui.

Uma música que faz as pessoas lembrarem de você

Que difícil. Don’t Speak do No Doubt seria uma forte concorrente, assim como Best Of You, mas fico com Quem Sabe. Los Hermanos foi uma das minhas bandas preferidas durante tempo demais e precisava aperecer aqui.

Pra responder a tag indico a Bru, a Olívia e a Cecília.

Anos 90

Hoje eu acordei anos 90. Por isso a trilha sonora do fim de semana não vem com novidade, nem com bandas super legais que eu adoraria apresentar pra vocês, mas vem com gostinho de adolescência.

To transitando entre o fim-do-período-mais-louco-de-todos-os-tempos, prova de francês, apresentação de dança e férias. Em breve serão só as férias e isso aqui volta ao normal. o/

Riot on an empty street

Conheci o Kings of Convenience de uma forma inusitada. Tava almoçando com uma amiga e começou a tocar uma música linda. Peguei o celular, abri o Shazam e PAM! Descobri o Riot on an empty street que foi baixado assim que cheguei em casa. Foi amor à primeira nota.
O disco é leve, tranquilo e gostoso de ouvir. Um carinho pros ouvidos.

Então fica a sugestão pra trilha sonora do fim de semana – e pra toda a semana, no meu caso -. Minha música preferida é a última, The Build-Up, que toca no repeat com frequência por aqui.

=*

Of Monsters and Men

Conheci o Of Monsters and Men essa semana por indicação da Kat, que me mandou a música Little Talks, e adorei! A música é uma delícia – bem de trilha sonora de sábado – e eu curti demais o clipe. É lindo, gente!

Daí depois de gostar tanto da música que ela me indicou, saí vasculhando o canal deles no youtube e fui achando uma coisa mais linda que a outra. Fiquei encantada por todos os clipes que vi e as músicas também são ótimas, mas Love, love, love foi a minha queridinha (vai ver o nome influenciou), ganhou meu coração e o seu lugar nesse post, junto a Little Talks.

Dá o play que hoje é sábado e a gente merece uma trilha sonora delícia dessa! ❤

Jamiroquai

Esses dias foram tão corridos que eu quase esqueci de postar a trilha sonora desse final de semana, mas foi só quase e to aqui pra não permitir que esse erro aconteça. Desde ontem estou cantarolando Jamiroquai, por isso ele tomou o lugar de Kings of Convenience na trilha sonora dessa semana.

Conheci Jamiroquai na época da escola pelo CD Travelling Without Moving, e gostei desde a primeira música. Dez anos se passaram e eu continuo curtindo demais. É um som bem delícia, meio dançante, meio lounge, todo lindo.

Então a dica de hoje é: chama os amigos, abre um vinho e dá o play, porque hoje é sábado e a gente merece.

Bom final de semana, bonit•s! =*

Put your records on

Bom dia, sabadão!
A trilha sonora de hoje seria o Echoes, Silence, Patience & Grace do Foo Fighters, só pra contar pra vocês que meu ingresso tá comprado. o/ Em janeiro pretendo estar tão perto do palco que vou sentir até o cheiro do perfume de Dave Grohl (exagerada sempre, mas é felicidade demais pro meu velho coração <3).

Mas hoje eu acordei com uma música linda, feliz e digna de um sábado MARA. So… girl, put your records on, tell me your favorite song. you go ahead, let your hair down…

You’re gonna find yourself somewhere, somehow. (;

Bom final de semana e arrasem na urna amanhã. Nada de deixar de votar em candidato por achar que esse “não tem chance”, ou votar em **** ******* (adivinhe quem é o candidato secreto), por favor. To contando com o bom senso de vocês. =*

 

Foo Fighters no Brasil

Foo Fighters já foi trilha sonora de sábado por aqui com Best of you, a música que é toque do meu celular há tanto tempo que parei de contar. Mas eis que semanas atrás me veio uma notícia linda: Vai ter show de Foo Fighters no Brasil em 2015. Depois de ter pedido o show deles no Lollapalooza, comecei a pensar diariamente na possibilidade de ir pra esse show, que eu nem sabia quando, onde ou quanto seria.

Semana passada vi no facebook deles a divulgação dos shows pela América do Sul e aqui no Brasil teremos quatro shows, QUATRO. Surge a nuvem de pensamento acima da minha cabeça: São quatro! Não é possível que você não consiga ir pra um. Comecei a fazer “mamãe mandou” entre Rio e São Paulo, e a segunda opção venceu.

Ontem recebi o e-mail falando da pré-venda, que diz que o show em São Paulo vai ser dia 23 de janeiro, às 21h, no Estádio do Morumbi (com capacidade para 67.400 pessoas), e que a pré-venda para fãs será ao meio-dia dos dias 28 e 30 de Setembro, e para os demais, dia 1 de outubro. Mas até então nada de preços. Eu tava achando que ia ser tão, mas tão caro, que cheguei a descobrir que meu rim valia mais de R$400 mil no mercado negro e que mesmo que fosse TÃO caro, havia essa possiblidade. =x  Daí o marido viu no Nação da Música os detalhes sobre os ingressos e eu vim compartilhar aqui.

Em São Paulo os ingressos variam de R$100 a R$640 reais. Os preços na imagem são das entradas inteiras. Achei R$100 um preço bem razoável, não levando em conta o fato de, pela distância, você só vê alguma coisa pelo telão. No momento ainda estou analisando minhas opções, achei R$160 na pista um preço ok (dava pra pagar sem me desfazer de nenhum órgão), mas estou aqui anunciando meu rim para tentar comprar o ingresso pra Pista Premium. Caso algum de vocês esteja interessado, por favor deixem o contato nos comentários. 😉

Por conta de tudo que eu disse aí em cima, Foo Fighters volta a ser trilha sonora da semana (e se der tudo certo na compra do meu ingresso, eles voltam semana que vem. De novo? De novo.)
Depois de contar tudo que eu sei sobre o show, deixo a minha música preferida do último CD pra animar o sábado de vocês.

Cruzem os dedos para a compra do meu ingresso dar certo, ok? Por favor.
Bom sábado! =*