Blahnik Movie: Minha trilha sonora favorita

Esse mês as Discípulas de Carrie tem como tema Dancing with Carrie e todos os posts estão relacionados com música. Por aqui começo com o Blahnik Movie, que propõe trazer minha trilha sonora favorita, de filme ou série. 5th0kv3uozkdcQuem lê esse blog desde o começo sabe que eu sou aloka da trilha sonora da Disney. Então vou ignorar essa parte e, como acho impossível escolher uma trilha sonora favorita, vou falar da primeira série e do primeiro filme que me vieram a mente.

Então, série. Já falei aqui que My Mad Fat Diary me prendeu, dentre outros motivos, pela trilha sonora. Foi uma das séries que vi e corri pro Spotify. Rae, personagem principal, tem uma relação muito forte com a música, que termina tendo bastante destaque na série. Pra completar, a trilha é formada por bandas e músicas que fizeram parte da minha adolescência, ou seja, rola uma sessão nostalgia por aqui.

Temos Radiohead, Oasis, The Cure, Beck, Blur, Counting Crows, Placebo, Portishead, Alanis, Rage, Massive Atack e tem bem mais, mas acho que essa pequena descrição tá suficiente, né?!1mf

O último filme que corri para a trilha sonora quando saí do cinema foi Como eu era antes de você. Achei insuficiente o que sofri com o livro, depois com o filme, quis prolongar um tanto ouvindo as músicas no repeat. As minhas preferidas são Not today e Don’t forget about me, porque sofrimento pouco é bobagem.

Sei que a ideia inicial era Dancing with Carrie, mas bem, deixo minhas sugestões para chorar com Carrie. :B

13333013_1103241236365340_7159263438347960248_n

CosmoTAG: 5 personagens de livros para ser amiga

Em abril, o grupo Discípulas de Carrie lançou essa CosmoTAG, mas como estava ausente dessa vida, resolvi responder agora. Atrasada sim, mas quem se importa?

Todos os livros que realmente gosto contam com o fato de eu ter me envolvido emocionalmente com um ou mais personagens. Sempre tem um amor platônico, alguém pra quem preciso dizer umas verdades, alguém que quero socar a cara, puxar a orelha ou que quero abraçar e dizer “vem cá, migs”. É esse post é sobre essas últimas pessoinhas.

1. Eleanor
Quando fiz esse post falando sobre Eleanor & Park, falei que queria ser amiga da Eleanor. Queria mesmo. Queria dar um abraço nela e dizer que tudo ia ficar bem. Sofri as dores dela, torci por ela e Park, e chorei até desidratar no final. Eleanor, miga, vem cá, senta aqui, vamos conversar.

2. Auggie
Extraordinário é um dos meus livros preferidos da vida e 90% disso é culpa do Auggie. Que personagem maravilhoso

3. Emma
Sim, claro, com certeza. Um dia também está na minha lista de queridinhos e se eu quis TANTO esculhambar Dexter, foi pela amizade que eu obviamente tinha com Emma. O tanto que eu chorei no final daquele livro, também tem uma relação óbvia com essa amizade.

4. Louisa Clark
Se alguém leu Como eu era antes de você e não terminou miga da Lou, precisa rever isso aí. Eu já a adorava no livro, depois do filme então… amiga pra vida toda. Até hoje não superei aquele final, não aceitei nada do que aconteceu e vou passar o resto da vida esperando um final diferente, mesmo depois de ler Depois de você. Lou, miga, vamos conversar ali em Paris.

5. Laurel
Em Cartas de amor aos mortos, assim como em Eleanor & Park, foi um apego tão forte que sofri junto, me apaixonei junto, detestei junto e, Laurel, senta aqui, comigo e com Eleanor, vamos conversar.

Quero saber os personagens que vocês gostariam de ser amigs também. Quem sabe não acho umas novas amizades literárias por indicação?!

13333013_1103241236365340_7159263438347960248_n

Como eu era antes de você

Demorei, mas comecei a ler Jojo Moyes. O primeiro livro da autora que peguei foi Como eu era antes de você e, sério, eu não estava preparada.

CEEADV

No livro, Will é rico, bonito, inteligente e bem sucedido, mas fica tetraplégico após um acidente e isso o faz não ver mais sentido na vida. Aí entra Louisa Clark, uma jovem sem grandes ambições na vida, que mora com a família, namora Patrick há anos e cai de paraquedas como cuidadora de Will, após ser demitida do café onde trabalhava.

Eu li o livro sem saber de absolutamente nada da história. Quer saber? Foi a melhor coisa. Só ouvia as pessoas dizendo que era um livro maravilhoso e terminou superando muito minhas expectativas.

Os personagens são bem reais e vão nos cativando aos poucos. Foi fácil entender o comportamento de Will, embora não seja tão simples aceitar suas escolhas. O livro fala sobre família, relacionamentos e, acima de tudo sobre amor, o amor em suas variadas formas, belezas e dificuldades.

Como eu era antes de você é um livro lindo, intenso e me fez chorar rios! Sério, não lembro a última vez que um livro mexeu tanto comigo. Agora to esperando ansiosa por Depois de você pra chorar um pouco mais.

Como eu era antes de você

“Alguns erros… apenas tem consequências maiores que outros.
Mas você não precisa deixar que aquela noite seja aquilo que define quem é.”