Lidos nas férias

Dizem que o ano só começa depois do carnaval, né? Besteira. Embora esse ano o carnaval tenha chegado beeeeem no comecinho de fevereiro, meu ano ainda começou antes dele. Dia 01 de fevereiro eu estava sentadinha estudando e dia 02 sentadinha assistindo aula. Mas antes de fevereiro chegar eu tive férias maravilhosas que renderam boas leituras. Vou dizer que esse ano eu me superei nas escolhas, viu? Não teve um livro mais ou menos, gostei muito de todas as minhas leituras de férias.

lidos 1

Comecei as férias com Maus, uma graphic novel onde Art Spiegelman narra a história do seu pai, um judeu que sobrevive ao Holocausto. As diferentes raças são representadas por diferentes animais. Os judeus são ratos, os alemães gatos e por aí vai. Bom, viu? O livro é grandinho, a história é densa, mas vale demais a leitura.

O segundo escolhido foi Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo. Li algumas críticas negativas antes, mas gente, gostei. Não é o livro da vida, na verdade não é um livro para ser levado a sério. É um livro leve, divertido e rápido. Ótimo pra dar uma relaxada depois de Maus.

Em seguida peguei Paixão Crônica, meu primeiro contato com Martha Medeiros, presente da queridíssima Bru. O livro reúne crônicas publicadas durante toda a carreira da autora sobre amor, paixão, desejo, traição e separação. Maravilhoso! Pude comprovar tudo que a Bru já tinha me falado sobre a Martha.

Aí acabou dezembro. Dia 01 de janeiro comecei Mosquitolândia. Falei dele aqui.

O quinto livro das férias foi Morangos Mofados. Eu sempre li Caio Fernando Abreu por aí, mas eu nunca tinha parado para ler um livro do Caio. O livro é ótimo, mas o que me pegou mesmo foi a carta no final. Acho que tenho um fraco por cartas.

lidos2

Depois li Auggie & Eu, que foi tão lindo quanto eu esperava que fosse. Mas sobre ele eu também já falei aqui.

Aí me rendi a Jojo Moyes. Comecei com Como eu era antes de você. MELDELS! Não tenho palavras pra esse livro, só lágrimas. Também já falei sobre ele por aqui e agora preciso ir na livraria buscar Depois de você e me preparar emocionalmente para o filme.

Continuei com Jojo, dessa vez com A garota que você deixou pra trás. Bem bom também, mas não tanto quanto o primeiro. Se alguém ainda não leu Jojo, minha sugestão é que não comece com Como eu era antes de você, porque depois dele os outros são os outros e só…

Daí li A garota no trem. Comprei o livro porque o site da Amazon o relacionou com A verdade sobre o caso Harry Quebert, um dos melhores livros que já li. Embora não alcance A verdade sobre o caso Harry Quebert, A garota no trem é um livro muito bom, daqueles que prendem e surpreendem o leitor.

Daí já era 29 de janeiro e eu precisava dar adeus para minha desocupação e relaxar antes de voltar pra monografia. O décimo e último livro das férias foi A última carta de amor, também da Jojo Moyes. Gente, o que é essa mulher, hein?! Ok que o livro só me prendeu a partir das segunda parte, mas depois disso, praticamente comi o livro. Os finais dos livros da Jojo são sempre incríveis (mesmo aqueles que fazem a pessoa desidratar como foi em Como eu era antes de você).

Agora eu continuo com a Jojo. To lendo Um mais um, mas as férias já acabaram e esse vai ser assunto para outro post. Se quiser acompanhar o que eu ando lendo, eu to no skoob e sempre postando os livros terminados no instagram e no snapchat.

E vocês?  O que leram nessas férias? Sempre fico grata por boas indicações. (;

Leituras para 2015

Como eu já falei por aqui, final de 2014 chegou lindo, com natal, meu aniversário e uma quantidade linda de presentes. Um amiga me falou que “ganhar um livro é ganhar um elogio”, então posso dizer que fui muito elogiada nesse fim de ano, inclusive por essa amiga.

Resolvi fazer esse post pra contar o que vocês podem esperar de resenhas por aqui, pelo menos as iniciais, que são os livros que já estão aguardando ansiosamente para serem lidos na estante.
Importante: notem como as pessoas foram lindas comigo.

livros 2015

Alguns já estão na cabeceira e já garantiram as primeiras vagas. Comecei o ano com Alta Fidelidade, que já terminei e deve estar chegando por aqui em breve. Estou lendo 365 dias extraordinários e em seguida vem Morte Súbita, que comecei ano passado, tive que parar por causa da faculdade, mas já to retomando. A ideia é seguir com TAO, passando pra Rainbow Rowell, porque depois de Eleanor e Park, to me coçando pra ler Fangirl e Anexos. Aí eu acho que as férias já acabaram, porque eu posso até não ser das mais lentas na leitura, mas peraí, né? Existem outras coisas na vida – e nas férias – além de livros: Revenge e The Vampire Diaries tão voltando! 😀

Devo voltar às aulas com Quem tem medo de escuro? e seguir com Espero Alguém de Carpinejar, que foi um livro muito bem recomendado. Depois vem Marian Keyes com Chá de Sumiço e Mamãe Walsh. Aí eu já devo estar entrando de férias de novo, porque durante as aulas meu ritmo de leituras por vontade própria cai 95%. Começo as férias com Fim, pra esquecer toda aquela loucura de fim de período e sigo pra Genealogia da Moral.

Claro que no meio desse caminho estão os livros de psicologia, como Bioenergética e Livro da Psicologia, que eu to lendo por opção nas férias – nada melhor do que ler sobre o que você gosta sem aquela obrigação de fazer trabalhos e provas -, e claro que também existe uma grande possibilidade de eu mudar toda essa ordem, mas vou tentar me comportar.

No segundo semestre pretendo pegar o Guia do Mochileiro das Galáxias com meu irmão e adquirir um grande número de livros de John Green, porque eu amei Quem é você, Alasca?, mas isso é assunto pra outro post, que só deve chegar lá pelo mês de Agosto.

Vocês já leram alguns desses livros? Opiniões? Indicações de outras leituras legais pra wishlist? =*

Adeus férias

Estamos aqui reunidos para o primeiro post triste do Como Livros, Bebo Séries: adeus férias.

No final do período passado (fim de período de faculdade, loucura e pedidos de socorro), me prometi que nas férias eu ia parar e por em dia todos os livros que eu tinha pra ler, atualizar as séries e assistir as quatro temporadas de Game Of Thrones (atrasada, eu seeeei).

Daí que as férias começaram e eu fiquei sentindo falta de “trocar figurinhas” sobre tudo que estava lendo e assistindo (preciso comentar os episódios das séries que vejo, é um sofrimento não fazer mil spoilers por aqui), tive a ideia do blog, chamei Ju Paulino pra colaborar e assim nasceu essa criança que me fez companhia em tempo integral durante essas deliciosas férias que poderiam durar o resto da vida.

Infelizmente dentre as coisas finitas na vida estão as férias (tá errado isso aí, viu?!) e eis que hoje a vida volta ao normal, leia-se: mil apostilas, trabalhos, artigos, seminários, projetos de pesquisa e provas (rios de lágrimas para esse último item em especial).

Mas para lembrar como esse último mês foi lindo, querido, maravilhoso e produtivo, o post de hoje é pra mostrar tudo o que li nessas férias. Então, leituras das férias:

A arte da felicidade

Toda Mafalda

Eleonor & Park

Gênesis

Avenida Dropsie

Quem é você, Alasca?

O Irresistível Café de Cupcakes

Não fui eu!

O caçador de pipas

Um contrato com Deus

Potentes, Prepotentes e Impotentes

Leite Derramado

Cartas de Amor aos Mortos

O Lado Bom da Vida

Fagin, o Judeu

15 livros depois, tchau férias! Volte sempre.

feriasFaltando Eleanor & Park, Gênesis e o Irresistível Café de Cupcakes que estão emprestados.

Ah! Além dos 15 livros, teve a volta de True Blood e, promessa cumprida, assisti as quatro temporadas de Game Of Thrones (e to com a ideia de ler os livros, aceito conselhos sobre valer ou não valer a pena ler depois de já ter visto a série).

Quem acompanha o blog (é ótimo escrever isso sabendo que alguém acompanha, tá comprovado ali nas estatísticas xD) deve ter percebido que os posts não são mais diários. Depois que comecei a levar GoT a sério, limitei as postagens às segundas, quartas, sextas e sábados (porque ver aproximadamente 40 horas de série limitou meu tempo de leitura), e continuaremos assim daqui por diante.

É isso, voltamos a rotina. Sexta tem menos drama pessoal e mais resenha por aqui. =*