Adeus Revenge

Revenge acabou já tem um tempinho, mas não tinha conseguido parar ainda para dar esse adeus.

Eu tinha falado por aqui tempos atrás o final dos meus sonhos: David Clarke dava um pé em Victoria (ou ela morria) e encontrava uma bonitona bem legal, Emily e Daniel voltavam e a série acabava assim, linda e feliz, com todos satisfeitos. Claro que as coisas não foram simples assim, mas eu acertei uns 50% dos acontecimentos.

Acontece que Revenge já tinha virado novela mexicana e eu já estava chamando Amanda Clarke de Emily Bracho, porque, né? Mereceu. Visto que tenho um trauma com séries boas com finais ruins, eu estava torcendo MUITO pra série acabar logo e ter um final decente pra chamar de seu.

Apesar das opiniões sobre o final da série divergirem, particularmente, gostei. A season finale foi cheia de altos e baixos e chegou num ponto em que as coisas estavam andando tão ruins, que estava esperando bem menos. Fiquei triste por David ter morrido, mas em compensação tive a morte de Victoria. Tudo bem. Empate. Até porque antes de David morrer teve o momento emoção com Jack pedindo a mão de Emily. ❤

Depois da morte de Aiden e Daniel, Amanda tinha que ficar com Jack. Era isso, não tinha outra opção. Quando ela começou a se enrolar com aquele policial chuchu fiquei com um medinho que estragassem tudo deixando-a com ele no final, mas deu tudo certo. Amanda e Jack, casados e felizes para sempre.

É possível sim, miga! 😉

Só teve uma coisa que eu realmente não gostei: o fim de Nolan. Meu queridinho sofreu por amor a série inteira e terminou só. Achei triste, achei chato, achei que ele merecia um amor pra chamar de seu.

Então é isso. Adeus, Revenge. Foi bom enquanto durou, mas nosso adeus foi essencial.

Ah, sobre a cena final: Vocês acham que Amanda recebeu mesmo o coração de Victoria?

Bebo séries

Faz tanto tempo que não falo sobre séries por aqui, que nem lembro qual foi o último post sobre o assunto. Mas to precisando fazer um desabafo, não no nível True Blood, mas meu coraçãozinho precisa falar.

Não me julguem, mas no momento estou acompanhando Revenge, The Vampire Diaries e Once Upon a Time. True Blood acabou, Game of Thrones só volta em 2015, mas já baixei a segunda temporada de In Treatment para dar continuidade, a primeira de Orange is the new black e a segunda de American Horror Story. Notem: as férias vão ser movimentadas.

Então, vamos pra Revenge. Se você não está em dia com Revenge, pare por aqui! Mas se você está em dia ou é uma louca curiosa que aceita spoilers de boa vontade (como eu), simbora.

A temporada começou com nada mais, nada menos, que David Clarke voltando e eu quase infartando. COMASSIM ele tava vivo esse tempo todo? Mas a morte dele não era a razão da série existir? Vingança e tal. Mas tudo bem, passado o susto inicial, veio a indignação inicial: ele voltou pra Victoria, que o recebeu de braços abertos, jogou Charlotte no colo do pai e o fez acreditar que ela tinha limpado o nome dele. É O QUE, BRASIL? COMASSIM? [2].

Passada a indignação inicial, chegamos a parte legal da história: depois de descobrir que Emily é Amanda, Daniel resolve ir confrontá-la, eles ficam presos no elevador e rola um MEGA clima. Nesse momento meu coração se reconfortou. Aiden morreu, Jack está cada vez mais banana, Daniel oficialmente mudou e bem, Emily precisa de um par, né? Ela já sofreu o suficiente por 30 vidas e meia.

Nesse meio tempo, Emily conta pro pai que na verdade ela é Amanda, mas daí Victoria quase morre eletrocutada e NÃO! Eu ainda não acredito que ele foi socorrer a vaca-mor em vez de abraçar a filha. Bem, coisas acontecem e eu não vou relatar tudo (assistam, é muito mais emocionante) porque eu preciso chegar no último episódio.

No episódio 4×10 tudo acontece. Eu já sabia que alguém ia morrer e eu queria muito que fosse aquele policial chuchu que dá em cima de Emily. Ele é um prego, bonitinho, mas um prego. Não ia dar conta de Emily e não ia fazer falta. Mas podia ser Victoria também. Então, eu tinha um sonho simples: David Clarke dava um pé em Victoria (ou ela morria) e encontrava uma bonitona bem legal, Emily e Daniel voltavam e a série acabava assim, linda e feliz, com todos satisfeitos. Mas não… o roteirista dessa série tem algum problema com Emily e eu sofro com ela.

Voltando ao episódio: Victoria manda a filha de Malcolm Black atrás de Emily, pra resolver as dívidas de David e assim deixá-la viver em paz com seu “grande amor”. Alguma coisa acontece no coraçãozinho de David – e é nessa parte que eu reafirmo o quanto não sei o que esperar dele -, e ele tenta matar Victoria. O QUE? Sim, isso mesmo. Parece que ele tava tramando o tempo todo. Ele coloca veneno no vinho dela – ou pelo menos foi isso que eu entendi – e nesse momento ela resolve mostrar que tem um coração e conta pra ele toda verdade, mas não bebe o vinho (DROGA!).

Enquanto isso acontece, Emily/Amanda está brigando com a filha de Malcolm e quebrando toda a ex-mansão Grayson. Quando pela primeira vez na série Emily está perdendo uma briga, Daniel (que descobre que vai ser pai e faz as pazes com Margaux) estava na praia, escuta um barulho na casa e vai lá ver o que está acontecendo. Arrependido do seu passado, o par ideal de Emily resolve ajudá-la e :~.

Depois dessa cena, esse episódio ganhou o selo oficial “chorei rios”! DANIEL MORREU, gente! E a culpa é quem? De quem? Quem mandou a filha de Malcolm atrás de Emily? Quem é a culpada de tudo de ruim que acontece na série? VICTORIA, claro! Daniel ia ser pai. Daniel ia fazer as pazes com Margaux que está grávida esperando por ele. Daniel ia acabar tudo com ela e ficar com Emily depois, claro. Daniel ia… mas não vai mais, porque Daniel morreu nos braços de Emily.

Então é isso, depois de matarem Daniel – pausa para as lágrimas -, resolveram dar uma pausa e Revenge só volta em janeiro, para o meu desespero e sofrimento prolongado.
Como Revenge foi a série que mais mexeu com meu coração, ela levou 95% do post, mas as outras séries não podem deixar de marcar presença.

Once Upon a Time chegou me obrigando a assistir Frozen e eu sou muito grata por isso. Adorei essa temporada. No começo achei tudo meio (muito) chato, mas depois fui me envolvendo e gostei do desfecho. Todo mundo descobriu que Mr. Gold continua sendo vilão, Bela mandou ele pra fora da cidade – sem magia – e o próximo episódio/temporada promete trazer Cruela Cruel, Malévola e Úrsula.

The Vampire Diaries está deixando meu coração em conflito. Tiveram episódios muito ruins e outros muito bons. Mas resumindo, Damon e Bonnie não morreram, ficaram presos no passado, Elena pediu pra Alaric apagar o que ela sentia por Damon e ele voltou dos mortos em seguida. Alaric deixou de ser vampiro e está namorando uma ex-bruxa, Kai surgiu preso no passado, mas conseguiu vir pro presente, deixando Bonnie presa no passado sozinha, depois ele sugou toda a magia de Mystic Falls, que teve o lado positivo: os vampiros puderam voltar para suas casas, e pra fechar com chave de ouro, Kai sequestrou Elena.
Eu choro sempre que Bonnie aparece e me irrito sempre que é a vez do psicopata Kai.
A série volta dia 22 de janeiro e eu já estou com saudade de ver Damon fazendo panquecas.

E vocês, estão assistindo o que? Tem mais algum viciado em Revenge presente?

Elas voltaram!

Revenge voltou, Once Upon a Time também.

Duas das minhas séries preferidas voltaram ao mesmo tempo e em homenagem a esse acontecimento maravilhoso, esse post deveria ter saído semana passada, quando eu vi e amei o primeiro episódio de Revenge, que já chegou prometendo muita emoção, e o primeiro de OUAT, que também não ficou pra trás. Mas quer saber? Foi ótimo esse post não ter saído semana passada, porque ontem eu vi o segundo episódio das duas séries e bem… as coisas mudaram.

CUIDADO, contém spoiler. 😉

Vamos começar por OUAT. Eu amei o primeiro episódio. Achei que Anna e Elsa (de Frozen) foram super bem retratadas, que conseguiram encaixa-las perfeitamente, só achei errado Robin não ficar com Regina, mas acredito que isso seja questão de tempo. Continuo achando o casal Branca de Neve + Príncipe Encantado sem graça, continuo gostando de Emma, estou gostando mais de Regina, acho que Henry cresceu demais e Hook continua lyndo. ❤
Sobre o segundo episódio, odiei a peruca do David, achei meio furada a história dele com Anna, tive mais abuso da Branca de Neve e bem… vamos esperar e ver no que vai dar.

Daí chegamos em Revenge. Gente, O QUE FOI aquele primeiro episódio? Muita tensão, muita emoção, Emily divando como sempre. Amei! Fiquei tão tensa com aquele final que não aguentava mais esperar pelo segundo episódio. Eis que me chega o segundo episódio. POR QUE? POR QUE, meu Deus? POR QUE eu preciso ser essa pessoa que cria expectativas? Por que em 25 anos eu ainda não aprendi? POR QUE?

Primeiro, me digam que é brincadeira que depois de todos esses anos, David Clarke realmente acha que Victoria foi uma vítima assim como ele e que PAN!, agora ele voltou para eles ficarem juntos para sempre. SÉRIO, BRASIL? Cadê a emoção? Cadê a parte que ele dá uma surra nela? Cadê o momento em que ele a tranca na cela e diz que agora ela vai sentir tudo que ele sentiu? Não tem? :~ Não, Juliana, não tem. O que tem é Victoria sendo Victoria mais uma vez, ao dizer pra ele que Emily destruiu sua vida.

Mas calma, gente! A coisa sempre pode piorar. Após ver Charlotte prestes a tentar se suicidar, Emily/Amanda resolve salvá-la e contar toda a verdade. Ela conta TUDO, tudinho! Entrega até a caixa com os diários, fotos e… tudo. O que Charlotte faz? Surta! Até aí tudo bem, ela já era surtada desde a segunda temporada (pelo que me lembro). O que você espera? Numa novela da globo, que ela abrace Emily e sejam felizes para sempre, mas em Revenge, que ela se drogue até ter uma overdose, seja internada, caia em si, abrace Emily e seja feliz para sempre até alguma outra tragédia acontecer. O que acontece? Ela surta num nível master e… resolve queimar o bar de Jack com Emily desmaiada lá dentro. E assim terminamos o segundo episódio.

Sim! Eu quero diferente! Quero Charlotte diferente. Eu já tinha abuso da personagem, mas agora a parada ficou séria. Não ia me importar nem um pouco se no próximo episódio o diretor brigasse com a atriz e matasse a personagem (Marissa feelings). Qual é a dessa temporada? Mostrar que Charlotte é mesmo filha de Victoria? Isso a gente já sabe. Ela era a boa moça que se perdeu no caminho e deveria voltar pros trilhos com a ajuda de Emily, e não querer vingança contra ela. Tá tudo errado!

Oremos por terceiros episódios melhores, porque não aceito que entrem na vibe True Blood e venham com um final daqueles. De novo não. emily3

Revenge

★★★★★

Demorei, enrolei e queria estar super inspirada para escrever esse post, mas a verdade é que a inspiração não veio e eu não consigo mais ler um livro por dia para fazer as resenhas por motivo de: comecei – atrasadíssima – a assistir Game Of Thrones (post em breve), e não tá fácil dar conta das 40 horas de série e deixar as leituras em dia.

Por isso resolvi que era hora de falar de Revenge pra vocês.

revenge1

A série gira em torno de Emily Thorne, nome adotado por Amanda Clarke.

emily5

Quando pequena, Amanda teve sua vida destruída após seu pai ser preso, acusado injustamente de terrorismo. Na prisão, David Clarke foi assassinado, mas antes deixou uma caixa para ser entregue a sua filha, que a recebe ao completar 18 anos e sair do reformatório. Depois de receber a caixa com os detalhes sobre as pessoas que acabaram com a vida do seu pai – e com a sua por tabela -, Amanda vira Emily, volta para os Hamptons para se vingar e a emoção começa.

emily4

A série é amor! Mas vou dizer, Amanda podia ter mais sorte no amor, porque inicialmente ela tem dois lindos, apaixonados, se arrastando aos seus pés, que não poderiam ser mais moles. Demais! Não consigo lidar com tanta beleza desperdiçada. Jack e Daniel, por favor, melhorem.

Se bem que eu to falando do começo da série e vou conter os demais comentários para não soltar spoilers (vai que algum pobre ser humano ainda não viu essa série maravilha).

revenge2

Jack, o amigo de infância x Daniel, o filho das pessoas que destruíram sua vida. Quem ganha?

Além de Daniel-manipulado-Grayson, a família culpada por todas as desgraças do mundo também conta com Victoria, Conrad e Charlotte. Odeio os Graysons e por isso vou me limitar a não apresentá-los em detalhes. Assistam e odeiem como eu.

JOSH BOWMAN, CHRISTA B. ALLEN, MADELEINE STOWE, HENRY CZERNY

Com atenção especial para Victoria: a vaca.

victoria

Para completar o elenco de quem realmente importa na série, temos Nolan Ross, o gênio-nerd-melhor-amigo-de-Emily – um dos meus personagens queridinhos -, e Aiden Mathis, o único homem de verdade dessa série, do qual não vou falar mais porque vai ser spoiler na certa. Aiden, nós te amamos!

aidenA série criada por Mike Kelley, estreou em 2011 pela ABC (não esperem a quantidade de cenas de sexo e pessoas nuas das séries da HBO) e a 4ª temporada está confirmadíssima com previsão para outubro no Brasil. o/

O elenco principal é formado por Emily VanCamp (Emily Thorne/Amanda Clarke), Madeleine Stowe (Victoria Grayson), Gabriel Mann (Nolan Ross), James Tupper (David Clarke), Henry Czerny (Conrad Grayson), Nick Wechsler (Jack Porter), Joshua Bowman (Daniel Grayson), Christa B. Allen (Charlotte Grayson) e Barry Sloane (Aiden Mathis).

emily1 emily2

É muita vingança pra uma pessoa só, mas Emily é incrível e pode. Foi sendo incrível, marcando vários X na foto e dando tapa na cara da sociedade que Emily ganhou meu coração e Revenge se tornou uma das minha séries favoritas.

Se não viu, aconselho! Se tá vendo: GENTE, que foi isso no fim da 3ª temporada? Preciso da 4ª JÁ!

emily3

Divirtam-se! (;