Pipoca #5

O bebê de Rosemary
Sinopse: Um jovem casal, Rosemarey (Mia Farrow) e Guy Woodhouse (John Cassavetes), se muda para um prédio habitado por estranhas pessoas, onde coisas bizarras acontecem. Quando ela engravida, passa a ter estranhas alucinações e vê o seu marido se envolver com os vizinhos, uma seita de bruxos que quer que ela dê luz ao Filho das Trevas.Pasmem, mas eu nunca tinha assistido O bebê de Rosemary. O filme é um clássico do terror e, gente, não é porque o filme é de 1968, mas não rolou, achei as atuações muito fracas e tava esperando pelo menos um medinho durante o filme, que ficou faltando.
♥♥

Diversão Macabra
Sinopse: Shelby, Tabitha e Lisa são amigas de infância. Três histórias diferentes – todas interligadas por um assassino sem escrúpulos, que parece ter um senso de humor perverso e está disposto a acabar com elas de uma vez. Quando eram crianças, as garotas conheceram um menino com um apetite voraz pela dor, que se divertia torturando pequenos animais, para o desespero do restante das crianças. Se alguém tivesse percebido a tempo, talvez ele pudesse ser detido, mas agora é tarde, o garoto cresceu e concebeu um plano perfeito. Cada detalhe foi formulado de maneira minuciosa e Shelby, Tabitha e Lisa serão convocadas para uma reunião da qual talvez não consigam sair.Mais uma vez, não rolou! Acho que sou muito chata com filmes de terror, mas nesse caso, além do filme ser meio tosco, as personagens são tão absurdamente estúpidas que fiquei sem paciência. A personagem principal é Katheryn Winnick, mesma atriz da séries Vikings (resenha em breve), e eu só conseguia vê-la quebrando esse palhaço, não fugindo dele e fazendo as típicas burrices de todo filme de terror.
♥♥