Rubel

Depois de muito tempo, resolvi que era hora de voltar a falar de música por aqui.

Acho que já comentei que tenho um probleminha quando gosto muito de uma música (ou disco), deixo no repeat até enjoar – ou até outra música viciante atravessar meu caminho. As pessoas que andam muito comigo não ficam especialmente felizes, maaaas… fazer o que, né?!

Foi assim desde a primeira vez que ouvi Rubel. Quando bate aquela saudade apareceu no meio de uma playlist e foi amor (e vários dias no repeat). Daí ouvi Ben, que também me encantou, e resolvi que era hora de conhecer melhor Rubel e o disco todo.

Pearl é um disco delicioso, leve e curtinho, um carinho pros ouvidos.

Espero que gostem. (;

Publicidade

Riot on an empty street

Conheci o Kings of Convenience de uma forma inusitada. Tava almoçando com uma amiga e começou a tocar uma música linda. Peguei o celular, abri o Shazam e PAM! Descobri o Riot on an empty street que foi baixado assim que cheguei em casa. Foi amor à primeira nota.
O disco é leve, tranquilo e gostoso de ouvir. Um carinho pros ouvidos.

Então fica a sugestão pra trilha sonora do fim de semana – e pra toda a semana, no meu caso -. Minha música preferida é a última, The Build-Up, que toca no repeat com frequência por aqui.

=*

Canções de apartamento

Conheci Cícero na aula de dança e vou dizer, foi amor a primeira nota. Fui ouvindo, me apaixonando e pedindo pro Shazam me contar que coisa linda era aquela. Foi assim que descobri o disco Canções de Apartamento, a trilha sonora de hoje.

Eu tenho três músicas preferidas nesse disco: Açúcar ou adoçante, Ensaio sobre ela e Pelo Interfone, mas além das minhas queridinhas, escuto o cd todo sem pular nenhuma, porque é muitamô junto num disco só. Tempos atrás, na época que o twitter bombava, eu tinha uma série de posts que chamava de “carinho pros ouvidos“, se eu ainda fosse moça do twitter, certeza que essas músicas já teriam aparecido por lá. É muito carinho, gente.

Dá o play e relaxa que hoje é sábado. =*