Nova York

★★★★

Depois de uma semana “listas lovers” (culpa da minha falta de tempo para ler, sorry), estamos de volta com a programação normal desse blog. Para celebrar esse momento, ninguém melhor do que ele, o meu relaxante pós dias intensos: Will Eisner. O Livro da vez foi Nova York – A vida na grande cidade.

capa

Esse livro é bem diferente dos outros que já li (e postei por aqui), primeiro pelo tamanho, ele é bem maior que os outros, e depois pelo estilo. Ele foge um pouco do formato que vi nos quadrinhos anteriores, em Nova York: a grande cidade, Eisner fez uma série de vinhetas retratando momentos, ou histórias curtas, algumas sem nenhuma fala, mas todas relacionadas ao tema central do livro: a vida nas grandes cidades.

esgotoNova York – A vida na grande cidade, conta com quatro graphic novels, Nova York: a grande cidade, O edifício, Caderno de tipos urbanos e Pessoas invisíveis. No final do livro você vai encontrar cenas excluídas (adorei a ideia), incluindo uma em São Paulo, e um texto sobre o autor. A introdução é feita por ninguém mais que Neil Gaiman, o que já me fez começar a leitura super empolgada.

edificio

O edifício conta a história de quatro fantasmas, Mensh, Gilda Green, Tonatti e Hammond, e da ligação dos quatro com o edifício. Em Caderno de tipos urbanos, Eisner aparentemente se retrata, sempre de costas, como observador, com um caderno na mão, onde rascunha sobre os “tipos urbanos”. E o livro é finalizado com Pessoas invisíveis e seus três finais trágicos, Santuário, Combate mortal e O poder.

opoder

Como fã assumida de tudo que Eisner faz, achei Nova York fantástico. A Avenida Dropsie dá as caras mais uma vez e as histórias são retratadas de forma bem real e é fácil remeter situações e personagens do livro ao nosso cotidiano. O único defeito, na minha opinião, é o tamanho. Adorei ler as 439 folhas, mas o livro é grande e pesado, o que dificulta meu hábito de ler deitada (desisti depois de ficar com os braços dormentes pela segunda vez ¬¬).

pausa

Publicado no Brasil pela Companhia das Letras em 2009, Nova York – A vida na grande cidade é o meu preferido de Eisner, depois de Um Contrato com Deus, e custa em média R$50, disponível (em preços variados) na loja virtual do Submarino e da Saraiva.

Boa leitura! =*

Um contrato com Deus

★★★★★

Depois de ler alguma coisa de Will Eisner, você vai querer ler outra coisa de Will Eisner, é fato. Foi assim que cheguei até Um Contrato Com Deus, depois de passar por Assunto de Família, Pequenos Milagres e Avenida Dropsie, cheguei no livro da capa mais bonita.

001

Um Contrato Com Deus & Outras Histórias de Cortiço é uma “graphic novel” que reúne quatro histórias independentes: Um Contrato Com Deus, O Cantor de Rua, O Zelador e Cookalein.

1

Em “Um Contrato Com Deus”, Eisner fala sobre a relação do homem com Deus. É a história do Sr. Hersh, que faz um contrato com Deus e, ao perder sua filha, questiona o cumprimento da parte Dele no contrato.

De acordo com Will Eisner, esse conto foi escrito para conseguir se expressar sobre a perda da sua filha de 16 anos, para exorcizar seu ódio e colocar para fora sua dor.

contratoEm “O Cantor de Rua”, é retratada a história de um homem bêbado, desempregado, que canta em becos de cortiços para tentar ganhar algum trocado. Com muita ironia e sarcasmo Eisner conta a história de Eddie, que tem sua grande chance ao conhecer a Diva Marta Maria, uma soprano aposentada que decide investir na carreira dele.

o cantor de ruaJá “O Zelador” narra a história do Sr. Scuggs, zelador do número 55 da Avenida Dropsie. Um homem estranho, sozinho, que não gostava de ninguém – exceto seu cachorro – e de quem ninguém gostava.

zelador

A última história, “Cookalein”, é sobre os relacionamentos entre as pessoas que passavam as férias de verão no campo. Nela são retratadas relações interpessoais, seja na busca por pretendentes ricos, na primeira experiência sexual ou num casamento desgastado.

cookaleinO prefácio é bem interessante, pois além de falar um pouco de cada história, Eisner conta como foi a construção dos personagens, em quem se inspirou, o que tem dele em cada um, e eu curto saber essas curiosidades.

prefacio

Leitura indispensável para os fãs de quadrinhos, Um Contrato Com Deus & Outras Histórias de Cortiço é ótimo e as histórias muito bem elaboradas só reafirmam o talento Will Eisner. O livro tem uma capa linda (muito!), foi lançado pela Devir Livraria e custa em média R$40.

Espero que gostem e boa leitura. (;

Avenida Dropsie

★★★★

Para os fãs de quadrinhos, apresento Avenida Dropsie – A Vizinhança.

05

A Avenida Dropsie começou a se formar em 1870, em Nova York, com famílias holandesas que haviam herdado propriedades na área. A vizinhança era tranquila, o ambiente familiar, mas aos poucos os ingleses começaram a chegar e, depois deles, pessoas de várias etnias foram se mudando pra lá. A Avenida Dropsie era morada da classe alta e logo virou alvo dos novos ricos e, bem, as coisas começaram a desandar.

01

Em Avenida Dropsie, Will Eisner retrata as mudanças que ocorrem tanto nas pessoas, como na própria avenida, e como uma influencia a outra. Na HQ várias estórias se cruzam, o tempo passa muito rápido e é possível relacionar a Avenida Dropsie com algumas das avenidas que conhecemos no nosso cotidiano.

03

Avenida Dropsie – A vizinhança foi o meu terceiro contato com Will Eisner, os dois primeiros foram Pequenos Milagres e Assunto de Família. Nos três casos, a leitura é rápida, fluida e cheia de verdades. Lançada pela Devir, a HQ custa em média R$35 e vale muito a pena.

06

Espero que gostem e boa leitura. (;