Disney #2

Voltamos com a trilha sonora de mais três clássicos da Disney! o/

❤ A Pequena Sereia

1. Beije a moça

2. Aqui no mar

3. Parte do seu mundo

❤ Cinderella

1. Bibidi Bobidi Bu

2. Isto é o amor

3. Cinderella, Cinderella

❤ Toy Story

1. Amigo estou aqui

2. Coisas estranhas

3. Voar eu não vou nunca mais

Semana que vem tem mais! =*

Disney #1

Novembro chegou e com ele veio uma edição especial de trilha sonora por aqui. Essa semana tava no carro com meu irmão e começamos a relembrar os desenhos que assistíamos na infância e cantar as trilhas sonoras. Eram tantas músicas, mas taaaantas músicas da Disney que só consegui pensar: vão pro blog! Por isso, durante todo o mês de Novembro, a trilha sonora do final de semana será da Disney.

Não consegui definir uma ordem, então as músicas vão vir quase numa ordem aleatória, tá? Mas são todas Disney, todas infância, todas amor.

❤ Aladdin

1. Você nunca teve um amigo assim

2. Um mundo ideal

❤ O Rei Leão

1. Hakuna Matata

2. Can you feel the love tonight (porque ela é mais bonita em inglês)

❤ Mogli

1. Somente o necessário

Espero que gostem. Teremos mais 4 edições pela frente. :*

Riot on an empty street

Conheci o Kings of Convenience de uma forma inusitada. Tava almoçando com uma amiga e começou a tocar uma música linda. Peguei o celular, abri o Shazam e PAM! Descobri o Riot on an empty street que foi baixado assim que cheguei em casa. Foi amor à primeira nota.
O disco é leve, tranquilo e gostoso de ouvir. Um carinho pros ouvidos.

Então fica a sugestão pra trilha sonora do fim de semana – e pra toda a semana, no meu caso -. Minha música preferida é a última, The Build-Up, que toca no repeat com frequência por aqui.

=*

amarello amor

Em 2012 eu assisti pela primeira vez esse vídeo que fez meu coração bater mais forte. Com direção de João Simi, atuação, texto e locução de Carolina Ferraz, o vídeo feito para a 8ª edição da revista Amarello ficou lindo demais e eu já assisti tantas vezes que perdi a conta. Vale a pena cada segundo e cada detalhe, juro.

O que existe além do que já foi dito sobre amor? Toda minha vida é pautada em amores que tive ou gostaria de ter. Falando sobre os que tive, também não tenho muito a dizer. Amei e fui muito bem amada. Mas foi um amor, um único amor que veio, cruzou minha vida, tocou minha alma e ficou marcado em minha pele. 

Todos nós carregamos conosco uma história, aquela que só nos atrevemos a lembrar quando durante a noite, no escuro, encostamos nossas cabeças no travesseiro e o silêncio cala fundo. Não importam os anos, certas coisas simplesmente permanecem. Mas então, numa quinta-feira a tarde de um ano qualquer, tropeçamos nesse amor já supostamente esquecido, percebemos que amor igual não há, e que aquela pessoa continua e continuará a ser nossa referência afetiva mais sincera e profunda. Não é doença e nem obsessão, aliás não há nada, só amor, amor dos bons, daqueles que são únicos e maravilhosos, que acontecem poucas vezes na vida das pessoas, daqueles amores que ficam e que teremos que conviver com ele como algo concreto e parte de nossas vidas.

Que alma consegue atravessar a vida sem ter conhecido o amor e, quem sabe, ter a sorte de ser correspondido? Que vida vale a pena sem amor? Nenhum sentimento é mais lindo, profundo e transformador que o amor. Só amor transcende, purifica, enlouquece, cura, invade e permanece, liberta e aprisiona. Quando acontece é um som grave que penetra, invade e permanece. Não compliquem, nem elaborem o sentimento mais incrível e poderoso de todos. Permitam que ele chegue e se instale, pois o resto são bobagens, meninos, bobagens.

Of Monsters and Men

Conheci o Of Monsters and Men essa semana por indicação da Kat, que me mandou a música Little Talks, e adorei! A música é uma delícia – bem de trilha sonora de sábado – e eu curti demais o clipe. É lindo, gente!

Daí depois de gostar tanto da música que ela me indicou, saí vasculhando o canal deles no youtube e fui achando uma coisa mais linda que a outra. Fiquei encantada por todos os clipes que vi e as músicas também são ótimas, mas Love, love, love foi a minha queridinha (vai ver o nome influenciou), ganhou meu coração e o seu lugar nesse post, junto a Little Talks.

Dá o play que hoje é sábado e a gente merece uma trilha sonora delícia dessa! ❤

Jamiroquai

Esses dias foram tão corridos que eu quase esqueci de postar a trilha sonora desse final de semana, mas foi só quase e to aqui pra não permitir que esse erro aconteça. Desde ontem estou cantarolando Jamiroquai, por isso ele tomou o lugar de Kings of Convenience na trilha sonora dessa semana.

Conheci Jamiroquai na época da escola pelo CD Travelling Without Moving, e gostei desde a primeira música. Dez anos se passaram e eu continuo curtindo demais. É um som bem delícia, meio dançante, meio lounge, todo lindo.

Então a dica de hoje é: chama os amigos, abre um vinho e dá o play, porque hoje é sábado e a gente merece.

Bom final de semana, bonit•s! =*

Put your records on

Bom dia, sabadão!
A trilha sonora de hoje seria o Echoes, Silence, Patience & Grace do Foo Fighters, só pra contar pra vocês que meu ingresso tá comprado. o/ Em janeiro pretendo estar tão perto do palco que vou sentir até o cheiro do perfume de Dave Grohl (exagerada sempre, mas é felicidade demais pro meu velho coração <3).

Mas hoje eu acordei com uma música linda, feliz e digna de um sábado MARA. So… girl, put your records on, tell me your favorite song. you go ahead, let your hair down…

You’re gonna find yourself somewhere, somehow. (;

Bom final de semana e arrasem na urna amanhã. Nada de deixar de votar em candidato por achar que esse “não tem chance”, ou votar em **** ******* (adivinhe quem é o candidato secreto), por favor. To contando com o bom senso de vocês. =*

 

Foo Fighters no Brasil

Foo Fighters já foi trilha sonora de sábado por aqui com Best of you, a música que é toque do meu celular há tanto tempo que parei de contar. Mas eis que semanas atrás me veio uma notícia linda: Vai ter show de Foo Fighters no Brasil em 2015. Depois de ter pedido o show deles no Lollapalooza, comecei a pensar diariamente na possibilidade de ir pra esse show, que eu nem sabia quando, onde ou quanto seria.

Semana passada vi no facebook deles a divulgação dos shows pela América do Sul e aqui no Brasil teremos quatro shows, QUATRO. Surge a nuvem de pensamento acima da minha cabeça: São quatro! Não é possível que você não consiga ir pra um. Comecei a fazer “mamãe mandou” entre Rio e São Paulo, e a segunda opção venceu.

Ontem recebi o e-mail falando da pré-venda, que diz que o show em São Paulo vai ser dia 23 de janeiro, às 21h, no Estádio do Morumbi (com capacidade para 67.400 pessoas), e que a pré-venda para fãs será ao meio-dia dos dias 28 e 30 de Setembro, e para os demais, dia 1 de outubro. Mas até então nada de preços. Eu tava achando que ia ser tão, mas tão caro, que cheguei a descobrir que meu rim valia mais de R$400 mil no mercado negro e que mesmo que fosse TÃO caro, havia essa possiblidade. =x  Daí o marido viu no Nação da Música os detalhes sobre os ingressos e eu vim compartilhar aqui.

Em São Paulo os ingressos variam de R$100 a R$640 reais. Os preços na imagem são das entradas inteiras. Achei R$100 um preço bem razoável, não levando em conta o fato de, pela distância, você só vê alguma coisa pelo telão. No momento ainda estou analisando minhas opções, achei R$160 na pista um preço ok (dava pra pagar sem me desfazer de nenhum órgão), mas estou aqui anunciando meu rim para tentar comprar o ingresso pra Pista Premium. Caso algum de vocês esteja interessado, por favor deixem o contato nos comentários. 😉

Por conta de tudo que eu disse aí em cima, Foo Fighters volta a ser trilha sonora da semana (e se der tudo certo na compra do meu ingresso, eles voltam semana que vem. De novo? De novo.)
Depois de contar tudo que eu sei sobre o show, deixo a minha música preferida do último CD pra animar o sábado de vocês.

Cruzem os dedos para a compra do meu ingresso dar certo, ok? Por favor.
Bom sábado! =*

Happy

Chegou sábado, as provas acabaram e “eu tô feliz (eu tô feliz!), eu tô alto astral! Tô sorrindo à toa, curtindo numa boa, vou liberar geral“. Citações de Xuxa à parte, não vou liberar geral e a trilha sonora de hoje poderia ser Xuxa, mas não é. No momento tenho 300kg a menos nas costas, voltei a dormir e essa semana vou conseguir resenhar o último livro que li (e que deveria ter virado post duas semanas atrás). É, esse blog vai voltar ao normal. Aguardem!

Pra não perder o costume, sábado continua sendo o dia mais bonito por aqui, porque tem música, tem amor e hoje não tem preguiça, só alegria. Então respira fundo, abre o sorriso e se joga nessa música delícia, sem medo de ser feliz.

Because I’m happy
Clap along, if you feel like happiness is the truth
Because I’m happy
Clap along, if you know what happiness is to you
Because I’m happy
Clap along, if you feel like that’s what you wanna do”

um fim de semana bem feliz pra vocês. =*

Canções de apartamento

Conheci Cícero na aula de dança e vou dizer, foi amor a primeira nota. Fui ouvindo, me apaixonando e pedindo pro Shazam me contar que coisa linda era aquela. Foi assim que descobri o disco Canções de Apartamento, a trilha sonora de hoje.

Eu tenho três músicas preferidas nesse disco: Açúcar ou adoçante, Ensaio sobre ela e Pelo Interfone, mas além das minhas queridinhas, escuto o cd todo sem pular nenhuma, porque é muitamô junto num disco só. Tempos atrás, na época que o twitter bombava, eu tinha uma série de posts que chamava de “carinho pros ouvidos“, se eu ainda fosse moça do twitter, certeza que essas músicas já teriam aparecido por lá. É muito carinho, gente.

Dá o play e relaxa que hoje é sábado. =*